Tudo sobre o fornecimento de colostro

Muita atenção deve ser dada ao colostro, secreção viscosa da glândula mamária produzida imediatamente após o parto por um período de três a seis dias. Além de facilitar a eliminação do mecônio ou primeiras fezes, nas primeiras horas de vida, o colostro é um alimento muito rico nutricionalmente, possuindo 20% de proteína, 18,5% de sólidos não-gordurosos além de ser rico em teores de açúcares, minerais e de vitaminas, níveis estes superiores àqueles encontrados no leite.

O colostro apresenta alto efeito imunológico devido às suas frações elevadas de imunoglobulinas. Os anticorpos são proteínas responsáveis por combater agentes infecciosos de natureza variada. O fornecimento de colostro deve ter uma atenção redobrada em três fatores:

  • TEMPO: O colostro deve ser fornecido o mais rápido possível logo após o parto, isso porque os teores de proteína e imunoglobulinas vão diminuindo gradativamente. Sem contar que após 24 horas depois do parto, o colostro não tem mais função na transferência de imunidade passiva.
  • VOLUME: O volume a ser fornecido também é de suma importância. A recomendação é que seja 10% do peso vivo, por exemplo, para um bezerro o ideal é que seja de 3 a 4L.
  • QUALIDADE: Um colostro para ser considerado de qualidade deve conter elevadas concentrações de imunoglobulinas. E a qualidade pode ser medida através do colostrômetro.

Dessa forma, é crucial que o colostro seja fornecido aos animais recém nascidos logo após o parto, para que haja transferência de imunidade passiva.

Fonte: MilkPoint

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s