Criação de jacarés

Os jacarés são répteis da família Alligatoridae que habitam água doce, são animais ectotérmicos (regulam sua temperatura corporal conforme o ambiente externo) e uma das principais diferenças físicas entre jacarés e crocodilos é o focinho curto e largo, nos jacarés. Os países que mais consomem carne de jacaré são a Bolívia e a Colômbia. No Brasil há seis espécies: o jacaré-paguá ou jacaré-anão (Paleosuchus palpebrosus), jacaré-açu (Melanosuchus niger), jacaretinga (Caiman crocodilus), jacaré-coroa (Paleosuchus trigonatus), jacaré-do-pantanal (Caiman yacare) e jacaré-do-papo-amarelo (Caiman atirostris), sendo os dois últimos o enfoque nesse post.

O projeto Arurá, iniciativa da Universidade de São Paulo (USP), é uma propriedade na cidade de Artur Nogueira (SP) que através de um projeto para conservação de espécies ameaçadas de extinção, passou a criar jacaré-do-papo-amarelo com fins ecológicos e de comercialização. O jacaré-do-papo-amarelo é nativo da mata atlântica e no projeto a carne e couro de animais filhotes que são comercializados (com autorização do IBAMA), animais que melhor se desenvolvem são mantidos para reprodução (melhoramento genético). Os filhotes são mantidos entre 18-24 meses em tanques e estufas até atingirem o peso de 12 kg e 1,20 m de comprimento (parâmetros para comercialização). A alimentação dos animais é feita duas vezes na semana com frangos de descarte e ração premix, por serem animais de sangue frio, sua sensibilização no abate é feita no gelo.

O jacaré-do-papo-amarelo é uma das seis espécies encontradas no Brasil.
Jacaré-do-papo-amarelo. Fonte: BiologiaNet

Já o Caimasul (Caimans do Sul do Pantanal), criatório de jacarés-do-pantanal localizada em Corumbá (MS), tem sua produção intensiva. Assim como o projeto Arurá, tem por objetivo a conservação da espécie e comercialização da carne e couro. Os ovos de jacaré-do-pantanal são coletados na natureza (com autorização do IBAMA) e são mantidos em incubadoras que simulam o ambiente natural. Esses ovos são mantidos em temperatura média de 35°C e após 70-73 dias eclodem, a eclosão tem início pela vocalização dos animais e rachaduras nos ovos, os filhotes nascem com aproximadamente 25 cm. Os “recém-chegados” são mantidos em baias que comportam até 600 jacarés, em 2015 o criatório Caimasul tinha cerca de 50 mil animais. Os principais compradores da produção são Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e Brasília, a comercialização acontece visto que o criatório possui frigorífico próprio com selo de inspeção federal (SIF), concedido pelo MAPA.

Vive em ambientes essencialmente aquáticos, como alagados, rios, lagoas e pântanos (Foto: Dirceu Martins / TG)
Jacaré-do-pantanal (Fonte G1, foto Dirceu Martins)

Curiosidades:

A carne de jacaré apresenta em uma porção de 100 g cerca de 50,61 calorias 23,80 g de proteínas e 0,30 g de gordura.

No criatório Caimasul há um jacaré fêmea carinhosamente nomeada de Bianca que possui leucismo, ou seja, apresenta seu corpo todo branco (não é albinismo, pois albinismo é ausência de melanina)

Jacaré-do-pantanal criada no Caimasul que apresenta leucismo (Fonte: Caimasul https://www.instagram.com/p/B8_aomShaoT/)

Entretanto, a produção de animais silvestres, como jacarés, ainda caminha em passos pequenos, necessitando de mais estudos na área. Outro fator limitante também é a aceitação da população quanto a carne desses animais. Contudo é um mercado que tem um grande potencial, visto que são animais nativos do Brasil unindo-se a conservação das espécies.

Referências:

https://ruralpecuaria.com.br/tecnologia-e-manejo/criacao-de-animais-silvestres/manejo-na-criacao-do-jacare.html

https://nogueirense.com.br/jacares-atraem-turistas-para-artur-nogueira/#:~:text=Quem%20sai%20de%20Artur%20Nogueira,ecol%C3%B3gico%20e%20comercializa%C3%A7%C3%A3o%20da%20carne.

https://caimasul.com/br/produtos.html

https://www.biologianet.com/biodiversidade/jacare.htm

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/fauna/noticia/2015/01/jacare-do-pantanal.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s