Tipos de Ordenha

Existem dois tipos de ordenha, a manual e a mecânica. Que se diferenciam, basicamente, pelo uso ou não de equipamentos para ordenhar o animal.

Na ordenha manual, o animal é ordenhado diretamente pelas mãos do produtor e o leite é colocado em um balde. Necessitam de poucos equipamentos, como: 

  • peia para conter a vaca
  • banquinho
  • balde
  • filtro
  • tanque de refrigeração

É o sistema utilizado por pequenos produtores, por requisitar de poucos recursos e também pelo tamanho do rebanho não compensar o uso de ordenha mecânica. Contudo, claramente, exige mais mão-de-obra e é pouco eficiente. 

Já na ordenha mecânica, é utilizado um equipamento que simula a mamada do bezerro. Nesse método é possível ordenhar o animal de forma mais rápida, o que resulta em maior volume diário. É muito mais eficiente e menos dependente de mão-de-obra.

Ainda, há a subdivisão na ordenha mecânica, podendo ser observada da seguinte maneira:

  • Balde ao pé

                                            •  espinha de peixe

  • Canalizada              • tandem

                                             •  lado a lado

No sistema Balde ao pé, as vacas são ordenhadas individualmente e a produção é menos eficiente, pois o leite é ordenhado e despejado num latão e, somente depois de acabar toda a ordenha, que são levados para o tanque de refrigeração. Em média, uma pessoa consegue ordenhar 15 vacas por hora, o que faz ser utilizado em produções de menor escala.

Na ordenha Canalizada, o leite ordenhado é despejado diretamente no tanque de refrigeração, por meio de canais (como já diz o nome). Quando comparado ao anterior, apresenta rendimento maior, já que uma pessoa consegue ordenhar 28 vacas por hora.

Agora, vamos as divisões da ordenha canalizada:

  • Espinha de peixe: nesse sistema, as vacas ficam dispostas em um ângulo de 33° em relação ao fosso de ordenha (na diagonal).
  • Tandem: as vacas ficam posicionadas em fila indiana, uma atrás da outra – é o único sistema mecanizado que possibilita uma ordenha com bezerro ao pé.
  • Lado a lado: as vacas ficam dispostas perpendicularmente ao fosso, uma do lado da outra – como ficam nessa posição, é reduzido o espaço necessário na sala de ordenha.

Ainda, há um sistema que é raro de se encontrar no Brasil: o Carrossel. Nesse, as vacas ficam em uma plataforma giratória e os equipamentos são colocados por um ou dois tratadores – todo o sistema de ordenha é robotizado (inclusive a limpeza do úbere).

É o sistema de máxima eficiência, onde um grande de número de vacas são ordenhadas com pouquíssima mão-de-obra.

Referências:

  • Nutrição e Saúde Animal
  • Fundação Roge

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s