Estresse térmico em vacas leiteiras

O estresse térmico é um grande desafio para a produção leiteira devido às condições climáticas do nosso país. A zona de conforto das vacas varia de -5 a 22ºC, ou seja, qualquer temperatura fora dessa faixa é um sinal de alerta para os produtores.São vários os transtornos ( leia-se prejuízos!) que o estresse causa nas vacas e no bolso do produtor. Afeta  o consumo dos animais, a produtividade, reprodução, saúde, qualidade do leite, sistema imune,comportamento, etc.

Um dos primeiros sinais de estresse é a redução do consumo de matéria seca, que impacta das seguintes maneiras:

Reduz a produção de leite e sólidos; reduz o tempo de  ruminação; aumenta a contagem de células somáticas no leite; e alguns estudos mostram que a incidência de leite Lina também está relacionada ao conforto térmico.

Devido ao aumento na temperatura corporal, a reprodução também fica comprometida: há redução do tempo de duração e expressão do cio; redução da taxa de fecundação; redução da viabilidade e desenvolvimento embrionário; redução da taxa de prenhez.

O que fazer para minimizar o estresse térmico? Algumas ações simples que reduzem os efeitos estresse são:

Ter áreas com sombreamento natural ou artificial adequado para os animais; ter água de qualidade e em quantidade suficiente para todas as vacas; fazer uso de ventiladores e aspersores nos galpões, sala de espera, sala de ordenha e curral de manejo; optar por fazer procedimentos de manejo nas horas mais frescas do dia; ajustar a alimentação dos animais.

Tem dúvidas sobre este assunto? Deixe nos comentários e siga-nos no Instagram para ficar por dentro das matérias.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s