Sistema de Bioflocos na produção de peixes

Bioflocos são partículas orgânicas que ficam na coluna de água onde há aeração ou movimentação do sistema. Dentro dos tanques os microrganismos se proliferam ao metabolizarem excrementos e excedentes das rações, assimilando o excesso de nitrogênio com fontes de carbono.

Para que ocorra é necessário manter níveis adequados de oxigênio, pH, alcalinidade e a relação Carbono/Nitrogênio – C/N próxima a 20:1, o que pode ser feita adicionando fontes de carbono ou reduzindo o teor de proteína bruta (PB) na ração, fonte de N.

No entanto, as rações de peixes possuem uma média de PB alta, variando de 28% a 36%, o que resulta em uma relação C/N menor que 11:1. Sendo assim, a suplementação de um fonte rica em carbono como, açúcar, melaço, farinha de trigo entre outras, é de grande relevância.

Os flocos são consumidos por peixes e por animais filtradores também. Podem alcançar até 50% de PB, o que lhe torna bastante atraente e interessante para o sistema produtivo, com a possibilidade de redução das taxas de arraçoamento e custos com a alimentação.

Além da redução do volume de ração, também reduz a quantidade de água utilizada, já que o sistema permite reutilizar a água do ciclo anterior, aproveitando o equilíbrio já estabelecido pelos microrganismos. Esse fator traz o benefício pelo fato dessa população competir com possíveis microrganismos patogênicos.

O sistema já é utilizado há bastante tempo na carcinicultura e pode ser utilizado em cultivos de tilápias, tainhas e pacus.

A aeração e movimentação da água nesse sistema é muito importante para manter os níveis de oxigênio dissolvido e impedir que os flocos decantem, não estando assim, disponíveis para os animais.

O sistema tem a desvantagem de investimento alto em equipamentos, e com o gasto de energia. Em compensação, os custos são reduzidos devido ao menor teor de PB nas rações, menor volume de rações e tratamentos contra patógenos.

Uma vez
Mensal
Anual

Nos ajude a melhorar cada vez mais, contribua com algum valor!

Fazer uma doação mensal

Fazer uma doação anual

Escolha um valor

R$2,00
R$5,00
R$20,00
R$5,00
R$15,00
R$100,00
R$5,00
R$15,00
R$100,00

Ou doe um valor desejado!

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

DoarDoar mensalmenteDoar anualmente

Referências

  • ROSSI, V. G. A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA DE BIOFLOCOS (TBF) NA PISCICULTURA: HISTÓRICO E PRINCIPAIS TÉCNICAS DE MANEJO DO SISTEMA. UFRGS, PORTO ALEGRE, 2014.
  • KUBITZA, F. CRIAÇÃO DE TILÁPIAS EM SISTEMA COM BIOFLOCOS SEM RENOVAÇÃO DE ÁGUA. PANORAMA DA AQUICULTURA. VOLI. 21, N°125 MAIO/JUNHO. 2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s