Fistulação em ovinos e bovinos

   A fistulação consiste em um procedimento cirúrgico, onde é realizada uma abertura na região central, do lado esquerdo do animal, onde se localiza o rúmem. É implantado um tubo de silicone para manter o orifício vedado, porém, com acesso ao órgão. 

   Esta técnica é importante para estudos de metabolismo e fisiologia do pré-estômago. Permite também, análises de amostras para estudos de microrganismos do rúmem, como bactérias e fungos. Esses estudos têm como objetivo proporcionar o desenvolvimento de estratégias nutricionais mais eficazes com soluções que permitem, por exemplo, melhor digestibilidade. 

   De acordo com estudos, os animais fistulados possuem comportamentos normais, e não sentem algum incômodo ou dor, sem prejuízo no consumo do alimento. Entretanto, professores, graduandos e pós-graduandos, que conduzem experimentos com essa técnica,  relatam que, às vezes, pode ocorrer uma complicação, como o vazamento do líquido ruminal através da fístula, ocasionando desnutrição e desidratação do animal.

   Vale ressaltar que qualquer experimento com animais por profissional médico veterinário após análise e aprovação da Comissão Ética no Uso de Animais (CEUA).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s